Resultados da busca por: covid

Reportagem da TV Unesp mostra como é o trabalho no Laboratório de Apoio ao Diagnóstico do IBTEC uma das quatro unidades que realizam os testes RT-PCR

 

 

Por Assessoria de Imprensa da Fundunesp

 

Reportagem produzida pela TV Unesp destacou o convênio firmado entre Unesp e Embraer, com a interveniência da Fundunesp (leia mais aqui), para realização de testes do tipo RT-PCR, considerado padrão-ouro no diagnóstico de Covid-19.

A matéria mostra como é o trabalho desenvolvido no Laboratório de Apoio ao Diagnóstico do Instituto de Biotecnologia da Unesp em Botucatu (IBTEC), uma das quatro unidades que realizam os testes.

Presidente da Fundunesp, professor Edson Luiz Furtado falou sobre a atuação da fundação e sobre a importância de unir forças para garantir serviços que atendam a população (de 05:24 até 6:00 no vídeo).

 

A reportagem pode está disponível no canal da TV Unesp no YouTube neste link: https://bit.ly/2GOZ5BG

 
Publicado em Notícia
Terça, 08 Setembro 2020 08:19

Centro de física leva prêmio internacional

ICTP-SAIFR teve trabalho de aulas on-line na pandemia reconhecido pela American Physical Society e receberá apoio para distribuição de conteúdos na América Latina

 

Por Neto del Hoyo

 

 

O projeto “Física de Fronteira On-line”, uma iniciativa do Instituto Sul-Americano para Pesquisa Fundamental (ICTP-SAIFR) que oferece aulas on-line gratuitas para professores de física do ensino médio com foco no ensino a distância, foi um dos vencedores do prêmio Special COVID-19 Innovation Fund Cycle (IF-COVID19) da American Physical Society (APS). Ao todo, 67 propostas foram avaliadas.

Como um dos dois programas contemplados, o ICTP-SAIFR, que tem sede no Instituto de Física Teórica da Unesp, em São Paulo, receberá um financiamento da APS que será gerenciado pela Fundunesp e será utilizado para a adaptação do conteúdo em espanhol.

Coordenador do projeto, o professor Nathan Berkovits, que também é presidente do ICTP-SAIFR e membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), explica que a tradução do material, produzido pelo Perimeter Institute of Theoretical Physics, do Canadá, e originalmente em inglês e francês, possibilitará o acesso em toda a América Latina.

“As primeiras duas apostilas devem estar disponíveis online neste mês de setembro e teremos ao menos uma apostila nova por mês depois disso”, destaca. “Terminamos este ano a tradução do material para português (através de financiamento do Instituto Serrapilheira) e começamos a criar uma rede de professores no Brasil. Antes da pandemia, organizamos workshops sobre o material em Rio de Janeiro, Brasília, Sertãozinho-SP e outros seis em São Paulo. Dentro de dois ou três anos, esperamos criar nodos da rede em todas as regiões do Brasil onde professores possam organizar workshops sobre o material”, acrescenta o coordenador do projeto.

 

COMO FUNCIONA

Berkovits explica que quatro videoconferências são realizadas por semana pelo aplicativo Zoom, sendo duas na quarta-feira e duas na sexta. “Cada sessão (máximo de 30 participantes) começa com uma apresentação de um tópico pelo coordenador e, depois, os professores são divididos em salas paralelas para discutir os exercícios associados a este tópico juntamente com um monitor. São cinco salas paralelas de seis participantes cada”, completa.

 

CONTEÚDO

O material é composto por 15 apostilas direcionadas aos professores do ensino médio com sugestões de conteúdo, exercícios e atividades, links e mídias de apoio. Os temas tratados em cada apostila são tópicos de física moderna, como Matéria Escura e Expansão do Universo.

 

ACESSO

Professores interessados no curso devem fazer inscrição pelo site do Instituto, onde também é possível ter acesso ao conteúdo em português. “Recebemos mais de 500 inscrições por mês e de professores do Brasil inteiro”, reforça o coordenador lembrando que as vagas são limitadas.

Todo material traduzido para o português está disponível gratuitamente no site do ICTP-SAIFR e em sua versão original (inglês e francês) no site do Perimeter.

 

LINKS ÚTEIS:

 

Site do ICTP-SAIFR para inscrição e conteúdos em português

http://outreach.ictp-saifr.org/ensino-medio/traducoes-para-sala-de-aula/

 

Site do Perimeter (inglês e francês)

https://resources.perimeterinstitute.ca/collections/lesson-compilations/

Publicado em Notícia
Sexta, 07 Agosto 2020 11:22

TV Unesp e Cultura consolidam parceria

Emissora universitária mantém produção periódica na pandemia para exibição em todos país pela TV Cultura

 

 

 

- Por TV Unesp

 

 

 

A pandemia causada pela Covid-19 e a necessidade de quarentena em todo o Estado de São Paulo desde o dia 24 de março alteraram significativamente a rotina de produção jornalística da TV Unesp, com os profissionais em home office. Mas do isolamento físico surgiu a possibilidade de ampliação dos laços da emissora com a TV Cultura, da qual ela é afiliada desde dezembro de 2019.

Nos últimos meses, iniciou-se uma parceria entre as emissoras para a produção de boletins informativos com notícias sobre Bauru e Marília relacionadas ao contexto do novo coronavírus. Os materiais, com cerca de 1 minuto e 30 segundos de duração, são exibidos pela TV Cultura ao longo da sua programação vespertina e noturna. Eles são produzidos com imagens captadas pelos cinegrafistas da TV Unesp, que vão às ruas sozinhos e seguindo todos os protocolos de higiene e de distanciamento que o momento exige, e gravados pelos repórteres em suas casas ou proximidades, com celular ou câmera de computador.

Para Silviano Floriano Filho, coordenador de rede do Jornalismo da TV Cultura, “essa parceria é importantíssima, por cobrir uma das regiões mais importantes do Estado de São Paulo, levando essa renomada instituição de ensino (Unesp) ao país inteiro”.

E a produção de conteúdo conjunta não para por aí. O vínculo entre as emissoras permitiu uma participação inédita no programa Agrocultura, uma produção semanal realizada com a rede de afiliadas, para mostrar o universo do homem do campo nas diferentes regiões do Brasil. Na edição do dia 26 de julho, a reportagem da TV Unesp sobre os desafios da safra da cana-de-açúcar diante da baixa demanda por etanol desencadeada pela pandemia, com 10 minutos de duração, foi destaque do último bloco do programa. Todo o processo de produção da reportagem, que envolve a pesquisa do tema e contato com os entrevistados, foi feito à distância. A equipe foi a campo para realizar as entrevistas que não puderam ser feitas por videoconferência e captar as imagens. Sempre seguindo as orientações de higiene e distanciamento. O resultado pode ser conferido neste link, a partir de 14min50s: tv.unesp.br/reportagemagrocultura

Para o diretor da TV Unesp, o professor Francisco Machado Filho, a cobertura televisiva durante a pandemia representa um divisor de águas. Segundo ele, uma nova televisão, com programas inovadores em gêneros e formatos, está sendo gestada. E as TVs Universitárias, em geral, têm muito a contribuir. “Acredito que a TV Universitária, que tem em seu cerne a experimentação, poderá ousar ainda mais e aprofundar os estudos e testes para essa nova TV, contribuindo, assim, para que cada vez mais a televisão aberta brasileira se torne relevante e significativa para a população, mesmo frente à concorrência das plataformas digitais. Nesse sentido, a TV Unesp pode se orgulhar em dizer que, mesmo com uma pequena parcela, vem contribuindo com este importante momento da TV aberta brasileira”.  

 

Serviço

A TV Unesp, que conta com gestão financeira da Fundunesp, atualmente é exibida nos canais 46.1 em Bauru e nos canais 518 (Bauru), 13 (Botucatu) e 19 (Marília) da operadora NET/Claro. Também é possível acompanhar as produções no canal da emissora no Youtube: www.youtube.com/tvunesp

Publicado em Notícia

Em acordo intermediado pela Fundunesp, único credenciado pelo Adolfo Lutz na região vai utilizar laboratório da Unesp para realização dos testes PCR

 

Por Neto del Hoyo – Assessoria de Imprensa da Fundunesp

 

 

 

A Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba (FMVA), vinculada à Unesp, oficializou na última semana, através da Fundunesp, parceria público-privada com o laboratório de análises clínicas e toxicológicas Triatox para a realização de testes PCR de diagnóstico em tempo real do novo coronavírus na região de Araçatuba, uma das mais afetadas no interior paulista.

 

Pelo convênio, o Triatox fica responsável pela coleta e transporte das amostras até o Laboratório de Epigenômica da FMVA, que possui o equipamento para realização dos exames por RT-qPCR (teste molecular) em tempo real, metodologia considerada “padrão-ouro” para o diagnóstico do novo coronavírus.

 

Responsável pelo Laboratório de Epigenômica da FMVA, a docente Flávia Lombardi Lopes ressalta que o tempo reduzido entre coleta e resultado é um aliado importante neste momento. “Com a sobrecarga do sistema e a atual situação da região, a resposta rápida é fundamental, tanto para a tomada de decisões relativas à saúde da pessoa infectada, seja internação ou isolamento social, quanto para guiar as decisões das autoridades na luta contra o avanço do vírus.”

 

Bioquímico e diretor do Triatox, Marcos Roberto Ferrari Machado, conta que o resultado sai, em média, no dia seguinte à coleta. “O prazo para diagnóstico é de três dias, mas estamos conseguindo agilizar isso. O que é coletado hoje, já vai para o laboratório da Unesp no fim do dia e, no dia seguinte, temos o resultado disponível online”, destaca o bioquímico lembrando que o Triatox é o primeiro laboratório da região a ser credenciado pelo Instituto Adolfo Lutz para oferecer o diagnóstico para a Covid-19. “Antes, o mais próximo que tínhamos com credenciamento fica em São José do Rio Preto, cidade distante 1 hora e meia de Araçatuba. Ganhamos tempo e isso é muito importante na atual situação.” 

 

Vice-presidente da Fundunesp, o professor Max José de Araújo Faria Junior reforça a importância da ampliação dos testes na região, que recentemente passou para a “fase laranja” do Plano São Paulo do governo estadual. “Aumentar a realização de testes na população para diagnóstico da Covid-19 é uma medida considerada fundamental pelas autoridades de Saúde na orientação das políticas públicas adequadas para conter a pandemia. A realização dos testes também ajuda a dimensionar a eficácia das medidas já em andamento, como o distanciamento social. Cada vez mais fica evidente que deixar de seguir as orientações da Ciência não traz bons resultados.”

 

Diretor da FMVA, o professor Iveraldo dos Santos Dutra reforça a importância do convênio para a região. “É uma satisfação muito grande poder ajudar neste momento, possibilitando que Araçatuba tenha à disposição o serviço de diagnóstico. A professora Flavia (Lombardi Lopes) se dispôs, nós atendemos todas as formalidades exigidas e viabilizamos o convênio de uma forma a atender todos os requisitos. Esperamos contribuir nesse processo para agilizar o diagnóstico da doença e, sobretudo, dar indicadores para que se controle essa pandemia”, conclui o docente.

 

De acordo com os números apresentados pela Secretaria Municipal da Saúde, o município de Araçatuba já havia registrado 3.412 casos positivos da doença na terça-feira (28), quando foram confirmadas mais duas mortes pela Covid-19, totalizando, desde o início da pandemia, 85 óbitos. Do total de óbitos, 65 foram somente neste mês de julho.

Segundo o diretor do Triatox, atualmente o laboratório coleta de 60 a 70 amostras para realização dos testes em Araçatuba. “Atendemos Unimed, Santa Casa Saúde e também alguns particulares que nos procuram diretamente.”

Publicado em Notícia

App PostoFiel é desenvolvido pelo Cempeqc, do Instituto de Química da Unesp em Araraquara, que conta com gestão administrativa da Fundunesp

 

 

Por Neto del Hoyo – Assessoria de Imprensa da Fundunesp

 

 

Gasolina “batizada” (quando há adição de etanol hidratado, solventes ou metanol) ou etanol com água. Essas fraudes, que acabam com a pureza do combustível e afetam o rendimento do veículo, são os golpes mais comuns na qualidade do produto.

Para combater esse inimigo invisível no caminho do motorista, desde 2016 o aplicativo PostoFiel lista os combustíveis de qualidade realmente comprovada comercializados pelos postos revendedores participantes do programa desenvolvido no Cempeqc (Centro de Monitoramento e Pesquisa da Qualidade de Combustíveis, Biocombustíveis, Petróleo e Derivados) do Instituto de Química da Unesp em Araraquara, que tem como coordenador o professor Rodrigo Fernando Costa Marques e conta com gestão administrativa da Fundunesp.

“A proposta é garantir credibilidade para os postos e confiança para os usuários”, explica  o Dr. Marcos Roberto Monteiro, coordenador adjunto do Cempeqc. “O posto não precisa esperar uma análise surpresa da ANP (Agência Nacional de Petróleo e Gás Combustível) para comprovar que ele oferece combustível de qualidade. Ele mesmo, de forma voluntária, pode avaliar seu produto, mostrando transparência e passando credibilidade para o cliente.”

De acordo com Monteiro, o controle de qualidade é feito por meio de análises laboratoriais em amostras que são coletadas semanal e aleatoriamente das bombas dos postos participantes. “Assim que as análises são feitas, as informações do posto são atualizadas no aplicativo PostoFiel.”

A pandemia da Covid-19 afetou também as atividades do programa durante os últimos meses, mas elas já foram retomadas de forma gradativa.

Além de Araraquara, estabelecimentos de vários de municípios, entre eles Ribeirão Preto, Jaboticabal e São Carlos, já estão cadastrados no aplicativo PostoFiel e são submetidos a análises do Cempeqc, que atua desde 2001 monitorando a qualidade dos combustíveis comercializados no Estado de São Paulo.

 

>> COMO PARTICIPAR DO PROJETO?

Postos bandeirados ou de bandeira branca interessados em participar do Programa PostoFiel podem entrar em contato pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou acessar o site www.postofiel.com.br.

 

>> COMO USAR O APLICATIVO?

1 - Baixe o aplicativo PostoFiel na AppStore ou na GooglePlay no seu celular / tablet; ou acesse pelo computador: www.postofiel.com.br

2 - Personalize sua busca com combustível que você mais usa

3 - Clique em ‘FAREJAR’

Somente postos participantes que tiverem o tipo de combustível que você escolheu e com a qualidade realmente comprovada vão aparecer na sua tela.

 

Publicado em Notícia
Terça, 07 Julho 2020 12:30

Brasileiro desenvolve vacina em Oxford

TV Unesp entrevistou médico infectologista Pedro Folegatti, que pesquisa uma vacina de combate e prevenção à Covid-19

 

 

Por TV Unesp

 

A TV Unesp entrevistou o médico infectologista Pedro Folegatti, brasileiro que participa da pesquisa da Universidade de Oxford, no Reino Unido, uma vacina de combate e prevenção à Covid-19. Na entrevista ele falou sobre os testes clínicos já em andamento e as projeções para a eficácia da vacina.

Folegatti acha difícil que, entre todas as vacinas que estão sendo testadas no mundo, nenhuma se mostre eficiente para a Covid-19 e destaca o risco envolvido na sua pesquisa e desenvolvimento.

O infectologista destaca ainda que os possíveis acordos de transferência de tecnologia para a produção das vacinas em desenvolvimento no mundo colocam o Brasil em uma posição privilegiada. Segundo ele, o país tem sido apontado por diversos pesquisadores como o local ideal para esses testes: não apenas pela situação epidemiológica, mas pela estrutura de ciência e de tecnologia de qualidade que existe no país e que permite fazer testes com a segurança e o rigor científico necessários.

Confira a entrevista no link:

https://www.youtube.com/watch?v=mn5nQZHPHo4

Publicado em Notícia

Fundação deixa o casarão histórico na Avenida Rio Branco e passa a funcionar em imóvel localizado na Rua Líbero Badaró, centro de São Paulo

 

Por Neto del Hoyo

 

Depois de três décadas, a Fundunesp está de casa nova. No ano em que completa 33 anos de atuação, a Fundação deixa o casarão histórico situado na Avenida Rio Branco, 1.210, e passa a ocupar o 23º andar de um edifício comercial na Rua Líbero Badaró, 377, bem no “coração” da capital paulista. O imóvel que recebe a nova sede tem 803m2 e foi adquirido com recursos próprios.

Presidente da Fundunesp, o professor Edson Luiz Furtado cita que a mudança cumpre uma recomendação da Curadoria de Fundações, uma vez que o casarão histórico, que já foi a residência oficial do governador no antigo bairro dos Barões do Café, bem em frente ao Palácio dos Campos Elíseos, antiga sede do Governo Estadual, pertence à Unesp.

“A mudança da sede da Fundunesp, do bairro de Campos Elíseos para o Centro de São Paulo, tem muito significado para mim e para a nossa gestão. Cumprimos uma obrigação legal, recomendada pela Curadoria de Fundações, que é ter a própria sede e desocupar um imóvel público. Ao mesmo tempo, ter um escritório moderno e equipado para os nossos funcionários  melhor atendimento às nossas demandas”

O professor destaca ainda que, mais do que uma necessidade, a mudança de endereço é um marco que simboliza as transformações da Fundação ao longo dos últimos anos.

“A transferência da sede tem um significado para além da alteração de um endereço, ela significa a ‘cereja do bolo’ de uma série de mudanças que foram implementadas ao longo desta gestão na Fundunesp na busca de mais transparência, certificação e boas práticas, que compõe a nossa compliance. Essa transferência faz parte de uma série de mudanças que viemos promovendo na Fundunesp ao longo da gestão, tornando-a mais moderna e comprometida com nossos parceiros”, destaca Furtado, que está à frente da Fundação desde 17 de janeiro de 2017, tendo como vice-presidente o professor Max de Araújo Faria Junior.

 

O novo endereço da Fundunesp é:

Rua Líbero Badaró, 377 – 23º andar / Conjunto 2310 – Centro

CEP: 01009-906 – São Paulo – SP

 

COVID-19

A partir desta quarta-feira, 1º de julho de 2020, as atividades presenciais da Fundação serão retomadas com todos os funcionários que atuavam em sistema de teletrabalho, cumprindo as recomendações dos órgãos de Saúde Pública para distanciamento social devido à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Em seu novo endereço, a Fundunesp segue as recomendações adotadas nesse período, disponibilizando álcool em gel e máscaras faciais a todos os funcionários. Assim como os que já haviam retomado as atividades presenciais, os funcionários e colaboradores que retornam neste momento também serão submetidos a exames de COVID-19. “Estamos seguindo os protocolos e orientações dos órgãos competentes de Saúde Pública, pois entendemos que somente pela Ciência e esforço conjunto vamos superar essa situação”, completa o professor.

 

SOBRE A FUNDUNESP

Criada como fundação de apoio da Unesp em 2 de abril de 1987, a Fundunesp é uma entidade de Direito Privado sem fins lucrativos, conforme instituído nos termos do art. 44, inciso III, do Código Civil.

Sendo regida por seu Estatuto e Regimento Interno, possui autonomia administrativa, financeira e patrimonial. É reconhecida de Utilidade Pública federal (Portaria do Ministério da Justiça nº 540 de 18/04/2006); estadual (Decreto nº 50.651, de 30/03/2006); e municipal (Decreto nº 47.349, de 05/06/2006). Também é cadastrada pelo Governo do Estado de São Paulo como entidade da sociedade civil (CRCE 0375/2012).

Por mais de três décadas vem mobilizando, dentro de suas possibilidades, recursos humanos e materiais para auxiliar a Universidade a cumprir seus objetivos, sejam eles dentro do ensino, da pesquisa, extensão universitária, prestação de serviços à comunidade e inovação científica e tecnológica.

Atualmente a Fundunesp gerencia mais de cem projetos, tendo como as principais  parceiras empresas como: Petrobras, Basf, Syngenta, Embraer, Gerdal, entre outras, além de centros educacionais como a Universidade de Glasgow, na Escócia, a própria Unesp e o governo do Estado de São Paulo.

Publicado em Notícia

A diretoria da Fundunesp informa a todos os parceiros, funcionários e colaboradores que o prazo de suspensão das atividades presenciais e demais medidas de isolamento social foram prorrogadas até o dia 31 de maio.

A ação considera as novas orientações dos órgãos de saúde pública e as novas diretrizes de política pública em virtude do agravamento da crise sanitária ocasionada pela pandemia da Covid-19.

Essas medidas constam no documento (PDF) disponível no link acima.

Contamos com a compreensão e colaboração de todos.

Publicado em Notícia

Em acordo intermediado pela Fundunesp, Embraer realizará doação para exames de diagnóstico da Covid-19 em laboratórios da Unesp que atenderão três cidades: São José dos Campos, Araraquara e Botucatu 

 

Por: Fabio Mazzitelli, da ACI Unesp, e Neto del Hoyo, da assessoria de imprensa da Fundunesp

 


A Unesp e a Embraer firmaram uma parceria para viabilizar o processamento de 40 mil testes de diagnóstico da Covid-19 a serem realizados nas regiões de São José dos Campos, Araraquara e Botucatu, no interior de São Paulo, como forma de apoio às comunidades onde a Embraer está presente.

A iniciativa foi construída após tratativas da empresa com a Pró-Reitoria de Pesquisa (Prope). A rede de laboratórios da Universidade conectada para trabalhar de forma conjunta, por meio da coordenação do Comitê Científico formado em resposta à pandemia, foi decisiva para que a doação da Embraer se materializasse de forma rápida, com a interveniência da Fundunesp.


O aumento na realização de testes para diagnóstico da Covid-19 na população é considerado pelas autoridades de saúde a medida mais importante para orientar a adoção de políticas públicas adequadas para conter o espalhamento da pandemia e proteger as pessoas, ajudando a dimensionar aquelas já em andamento, como o distanciamento social.
Conforme o protocolo das autoridades de saúde, o material coletado será enviado para as unidades da Unesp dedicadas ao processamento da metodologia RT-qPCR (teste molecular), exame considerado padrão-ouro para o diagnóstico do novo coronavírus. A expectativa é que o resultado saia em até 16 horas após o recebimento das amostras pelo laboratório.

As três regiões do Estado de São Paulo no escopo do acordo têm unidades da Embraer e câmpus da Unesp –a empresa está presente em São José dos Campos, Botucatu e Gavião Peixoto, na região de Araraquara. Pelos termos firmados, a Embraer realizará uma doação financeira, no valor de aproximadamente R$ 4 milhões, para coleta de amostras, transporte e execução das análises de diagnóstico.
No combate à pandemia, o diagnóstico preciso e rápido é um dos elementos mais importantes, em especial para o tratamento correto do paciente. A Embraer, imbuída de seu papel social, nos procurou para poder contribuir com o financiamento de 40 mil diagnósticos. No momento em que o número de casos da Covid-19 cresce, em especial no interior paulista, nós poderemos fornecer uma informação valiosa para as prefeituras das cidades dessas regiões envolvidas”, diz o pró-reitor de pesquisa da Unesp, professor Carlos Graeff.
“Os desafios são grandes, em especial pela dificuldade de compra dos insumos necessários para os exames. As prefeituras estão colaborando nesta iniciativa, em especial na etapa de coleta e transporte dos exames para os nossos laboratórios. Portanto, estamos formando uma rede solidária envolvendo a iniciativa privada, sociedade civil e Universidade para combater a pandemia”, afirma o professor Carlos Graeff.

Força-tarefa
Em razão da situação de emergência em saúde pública, o acordo prevê um prazo de até seis meses para a realização dos 40 mil testes. De acordo com o pesquisador João Pessoa Araújo Junior, professor do Instituto de Biociências da Unesp, no câmpus Botucatu, a parceria com a Embraer vai permitir a automatização da etapa inicial do processamento dos testes moleculares em alguns laboratórios da Unesp, o que deve aumentar a capacidade de prestar esse serviço dentro da Universidade.
“A primeira etapa do teste (dentro do laboratório) é a extração e purificação do RNA viral. Essa é uma das etapas mais demoradas do processo. Os equipamentos que já existem serão utilizados e, além disso, a parceria vai trazer a oportunidade de capacitar laboratórios da Unesp para maior escala com a aquisição de robôs de extração”, diz o docente, que faz parte do Comitê Científico da Unesp e é o responsável pelo laboratório de virologia e diagnóstico molecular do Instituto de Biotecnologia (IBTEC), no câmpus de Botucatu.
Segundo João Pessoa, ao longo das tratativas para a assinatura do acordo, a Unesp também liderou a montagem de uma força-tarefa para cuidar da logística para o transporte dos exames e já adiantou a compra de reagentes, insumos e outros materiais. “O aumento no número de diagnósticos pode nos dar a real visibilidade do que está acontecendo na população. A partir da testagem, medidas de controle (da pandemia) podem ser refinadas”, diz o docente.
O acordo prevê que uma reserva técnica de até 20% das análises será dedicada, se necessário, aos colaboradores da Embraer que apresentarem eventualmente um quadro clínico indicado para o teste, conforme o protocolo.
“O objetivo da iniciativa voluntária é unir esforços para ajudar a acelerar o diagnóstico de pacientes com sintomas compatíveis com a doença, nesse  momento de crise de saúde pública”, informou, por meio de comunicado, a empresa, que frisa estar realizando “iniciativas voluntárias de combate à pandemia e aos efeitos da COVID-19”.

Presidente da Fundunesp, fundação de apoio à Unesp que intermediou o acordo entre a empresa e a Universidade, o professor Édson Luiz Furtado também alerta para a importância de diagnósticos precisos e rápidos.
“Diante da emergência e urgência que a situação de calamidade exige, já iniciamos as compras dos insumos e contratação do pessoal para possibilitar que as equipes possam estar aptas para iniciarem o mais rápido possível suas atividades”, afirma Furtado. “A Fundunesp foi escolhida por ser uma fundação de apoio da Universidade com tradição em projetos de grande porte, inclusive os já efetuados com a própria Embraer”, diz o docente.

 

Publicado em Notícia

Informamos a todos os parceiros, funcionários e colaboradores que, em virtude das novas orientações dos órgãos de saúde pública e as novas diretrizes de política pública em virtude da pandemia da Covid-19, manteremos as medidas de isolamento social até o dia 10 de maio.

Essas medidas constam no documento (PDF) disponível no link acima.

Contamos com a compreensão e colaboração de todos.

 

 

Publicado em Notícia
Página 1 de 2
 



 : Rua Libero Badaró, 377 - 23° Andar - Conj. 2310 - Centro
     CEP 01009-906 - São Paulo - SP

 : (11) 3474-5300 / 3474-5346

 

   

 


Logo NEaD - Núcleo de Educação a DistânciaCustomizado por: NEaD - Núcleo de Educação a Distância da UNESP