Aerofeg viaja para os EUA no dia 2 de março para a Flórida Aerofeg viaja para os EUA no dia 2 de março para a Flórida Divulgação

Equipe disputa mundial de aerodesign

Por Neto del Hoyo - 

 

A Aerofeg, equipe de aerodesign da Faculdade de Engenharia da Unesp em Guaratinguetá (FEG), finaliza os últimos detalhes antes do embarque para a Flórida, nos Estados Unidos, onde disputará o campeonato de engenharia aeronáutica SAE AeroDesign East 2020 entre 6 e 8 de março. Comandada pelo professor Marcos Valério, a equipe tenta o bicampeonato, uma vez que já levou o título em 2016.
Neste ano, a Aerofeg contará com patrocínio da Fundunesp. “Este apoio está sendo fundamental, pois além de proporcionar a efetiva participação da equipe na competição internacional, é uma oportunidade de nos aproximarmos”, destaca Valério.
Vice-presidente da Fundunesp, o professor Max José de Araújo Faria Junior reconhece o trabalho desenvolvido pela equipe ao longo dos anos. “O apoio ao projeto da Aerofeg vai ao encontro da missão da Fundunesp, que é fazer com que o conhecimento gerado pela universidade possa se transformar em benefícios para a sociedade, na forma de produtos e serviços. Daí a importância de incentivar e fomentar iniciativas como o projeto Aerofeg, que tem grande envolvimento de alunos em trabalho voltado à inovação e ao empreendedorismo.”
A vaga para o mundial foi conquistada com o vice-campeonato no SAE AeroDesign Brasil 2019, o nível nacional da categoria. Na ocasião, a Aerofeg ficou atrás apenas da equipe da Universidade Federal de Pernambuco, a FCarranca, que também representará o Brasil na Flórida.

Como funciona
Aluno de Engenharia Mecânica e capitão da equipe, Leonardo Paciullo explica que a disputa de uma competição de aerodesign começa muito antes aos dias de apresentação e voo. “O desafio é conceber, projetar, construir e testar uma aeronave cargueira radiocontrolada para cumprir alguns requisitos. Dentre eles, atender a dois tipos de cargas, sendo elas: bolas de futebol e cargas em aço. Além disso, a aeronave deve respeitar um limite de 120 polegadas de envergadura e uma corrida de decolagem de 100 pés. Dentro desses aspectos, a comissão define uma fórmula de pontuação levando em conta esses fatores”, conta o capitão.
Na equipe desde 2015, Paciullo participou da conquista do primeiro mundial, em 2016, e espera uma disputa ainda mais acirrada neste ano. “Participam equipes muito tradicionais como a Euroavia (Polônia) e a equipe da Universidade de Manitoba (Canadá). Além disso, contaremos com a presença da atual campeã nacional, a Fcarranca, que foi melhor no nacional do ano passado”.

Histórico
Esta será a quarta vez que a Aerofeg disputa o mundial. Além do título internacional em 2016, a equipe criada em 2006 foi vice-campeã em 2018 e terceira colocada em 2012, participações que vieram graças aos vice-campeonatos brasileiros conquistados nos anos anteriores.
No torneio nacional, a equipe já conquistou três vices (2011, 2015 e 2019), um terceiro lugar (2010), foi duas vezes quinta colocada (2009 e 2016), e acumula diversas menções honrosas (Maior Carga Carregada, Aeronave Mais Leve, Melhor Eficiência Estrutural, entre outros).
Em mundiais, quando foi terceira colocada em 2012, a Aerofeg bateu o então recorde de maior carga paga da competição, com 17kg. Já em 2016, além do título mundial, também levou o prêmio de Melhor Apresentação Oral e terceira Maior Carga Paga.
“Não vai ser fácil, mas estamos preparados. Claro que temos um ótimo histórico, mas cada ano temos um novo desafio e a equipe, renovada, sempre cumpre as expectativas. Nesse ano, não será diferente”, destaca Valério.
A equipe, composta por 17 membros, embarca para os Estados Unidos no dia 2 de março.

Visto 294 vezes Última modificação em Terça, 18 Fevereiro 2020 16:00
 



 : Avenida Rio Branco, 1.210 - Campos Elíseos
     CEP 01206-001 - São Paulo

 : (11) 3474-5300 / 3474-5346

 

   

 


Logo NEaD - Núcleo de Educação a DistânciaCustomizado por: NEaD - Núcleo de Educação a Distância da UNESP