Imprimir esta página
Desde o início da pandemia, um ano atrás, a Unesp e sua comunidade vem se engajando no combate à doença em diversas frentes. O projeto Memória Unesp Covid-19 - uma perspectiva cidadã é um esforço para dar visibilidade a essas ações e seus atores Desde o início da pandemia, um ano atrás, a Unesp e sua comunidade vem se engajando no combate à doença em diversas frentes. O projeto Memória Unesp Covid-19 - uma perspectiva cidadã é um esforço para dar visibilidade a essas ações e seus atores

Unesp: Projeto registra ações na pandemia

Repleto de depoimentos, projeto 'Memória Unesp Covid-19' coloca personagens da comunidade unespiana em primeiro plano

 

 

por: Marcos Jorge (ACI-Unesp)

 

O Comitê Unesp Covid-19 realizou nesta segunda-feira, dia 22, uma live para marcar o lançamento do site Memória Unesp Covid-19. O projeto, que teve início em março de 2020, tem por objetivo registrar as ações da Universidade no combate à pandemia, dando voz aos indivíduos da comunidade que se engajaram nessas iniciativas.

O site do projeto pode ser acessado no endereço: https://www2.unesp.br/portal#!/memoriacovid19

A proposta de registrar as ações da comunidade partiu do Comitê Unesp Covid-19, grupo criado em março de 2020 para apoiar a Universidade no desenho das políticas de enfrentamento à pandemia. Diante do alto número de iniciativas surgindo espontaneamente ou de forma institucionalizada nos diversos câmpus da Universidade, o grupo sugeriu, ainda naquele mês, registrar de alguma forma as ações da Unesp em um período histórico e desafiador.

“O projeto vai além da catalogação das ações. Entre os seus objetivos está a busca por dar voz aos indivíduos e à comunidade unespiana. A beleza e a potência do projeto estão em facilitar, a partir das vozes desses indivíduos, que as narrativas desse momento sejam tecidas”, afirma a médica Ludmila Braga, presidente do Comitê Unesp Covid-19.

Neste sentido, o projeto Memória Unesp Covid-19 - uma perspectiva cidadã vem desde o primeiro semestre de 2020 entrevistando membros da comunidade universitária que se envolveram de alguma forma com o combate à pandemia. O levantamento dessas ações foi feita, inicialmente, a partir de um contato com os comitês locais Covid-19 em cada câmpus, que sugeriu as ações e os personagens. Os primeiros relatos estão reunidos no site lançado nesta segunda-feira, mas conteúdos também serão veiculados pela TV Unesp, pela rádio Unesp FM e pelo Podcast Unesp. A ideia é que ao longo das próximas semanas, o site receba mais colaborações e indicações da comunidade. Para receber estas contribuições, o projeto criou o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Para o professor José Paes de Almeida Nogueira Pinto, que também integra o Comitê, a sociedade vive um momento único de saúde pública e a Universidade teve que se reinventar e agir muito rapidamente para responder a este cenário. “Esse registro não poderia ser um relatório, frio, convencional. Não que isso não fosse importante, mas queríamos algo mais. O momento que vivemos é diferente de tudo que já vivenciamos, portanto, o registro também teria que ser não convencional”, destacou.

O reitor Pasqual Barretti gravou uma fala que foi exibida na live. Em seu depoimento, o professor destacou o alinhamento do projeto com as ações de solidariedade que surgiram na sociedade desde o início da pandemia, algo diferente de muitas previsões que apontavam para o caos, a violência ou saques por parte da população. “O que se observou foi justamente o contrário: uma união muito forte baseada na solidariedade, no respeito e na compaixão. Essa solidariedade ficou muito evidente na nossa comunidade”, destaca o reitor, ressaltando ainda o comprometimento da Unesp em mais de 100 projetos de pesquisa, muitos deles gerando novas parcerias e incentivando colaborações de forma remota.

O projeto
Neste primeiro momento do projeto serão disponibilizadas, ao longo das próximas semanas, mais de 50 entrevistas por escrito, em vídeo e em áudio. Para prospectar as ações e entrevistar os personagens foi formado um grupo de trabalho multidisciplinar com integrantes dos veículos de comunicação da Unesp, como a TV Unesp, a rádio Unesp FM, o Podcast Unesp e a Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI), bem como colaboradores do Centro de Memória da FMB, do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Informação da FFC, da Fundunesp e do Instituto de Artes.

“Quando começamos o projeto, nós só sabíamos que teríamos que ouvir as pessoas e conhecer as iniciativas. Ainda não sabíamos que isso ia virar um site com vídeos, podcasts e entrevistas”, explica Martha Morais, uma das integrantes do grupo de trabalho formado para atuar no projeto e atualmente vinculada ao Centro de Memória da FMB. “Esperamos que as pessoas se sintam reconhecidas e entrem em contato conosco para sugerir novas ações e personagens”. 

Em depoimento gravado que também foi exibido durante o evento de lançamento, a vice-reitora Maysa Furlan celebrou o formato adotado para registrar a atuação da Unesp na pandemia. “Eu tenho cá pra mim que uma das formas mais emocionantes de se construir um acervo de memória é quando se utiliza os procedimentos da história oral. Quando você dá voz a todos os atores da comunidade unespiana que vivenciaram essas ações, eles trazem informação e, mais que isso, esperança à sociedade”, afirmou.

 

>>> LIVE DE LANÇAMENTO DO PROJETO:

https://youtu.be/vAIQC5E9z8o

Visto 338 vezes Última modificação em Quarta, 24 Março 2021 08:54